COMUNICADO COVID-19

Icon 5 de março de 2020
Icon PorPier 1 Cruise Experts
Icon 0 comentários

A Pier 1 compartilha informações e medidas oficiais em resposta ao COVID-19 divulgadas pela Cruise Lines International Association (CLIA), como parte do compromisso contínuo da indústria de cruzeiros com a saúde e a segurança de hóspedes e tripulantes, além de residentes de cidades portuárias e destinos em todo o mundo.

O que é um coronavírus?
Os coronavírus são uma grande família de vírus que causam doenças respiratórias que variam do resfriado comum a doenças mais graves, como a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS) e a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS).

O que é o COVID-19?
O COVID-19 é uma nova cepa de coronavírus que não foi previamente identificada em humanos. O vírus no centro do surto atual é um exemplo de um novo coronavírus, pois o vírus não corresponde a nenhum outro vírus conhecido. Este novo vírus é referido pelas autoridades de saúde como o COVID-19.

Quais países foram afetados?
O COVID-19 foi detectado pela primeira vez em Wuhan, na China, onde ocorreu a grande maioria dos casos confirmados. De acordo com as autoridades de saúde globais, casos adicionais foram confirmados em todo o mundo, inclusive na América do Norte e Europa, no entanto, a maioria dos casos confirmados permanece confinada à Ásia.

Quais são os sintomas do COVID-19?
Pacientes com COVID-19 sofreram doença respiratória de leve a grave, com sintomas como:
• Febre;
• Tosse;
• Falta de ar;
• Dificuldades respiratórias.

Fontes: Centros dos EUA para Controle e Prevenção de Doenças; Organização Mundial da Saúde

Que medidas os viajantes podem tomar para se protegerem do COVID-19?
As principais autoridades de saúde estão pedindo as mesmas práticas recomendadas para uma temporada típica de gripe, como as seguintes:
• Evite contato próximo com pessoas que mostram sinais de doença, incluindo tosse ou espirro;
• Evite tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
• Lave as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos;
• Use um desinfetante para as mãos à base de álcool que contenha pelo menos 60% de álcool, caso água e sabão não estiverem disponíveis.
Fontes: Centros dos EUA para Controle e Prevenção de Doenças; Organização Mundial da Saúde

As companhias de cruzeiros estão mudando de itinerário devido ao COVID-19?
As companhias de cruzeiros associadas à CLIA estão continuamente avaliando e modificando políticas e procedimentos à medida da necessidade. Isso inclui a modificação de itinerários, quando necessário, à luz da evolução das circunstâncias em alguns casos.

Como as companhias de cruzeiros estão rastreando os passageiros em busca de doenças?
As companhias associadas à CLIA realizam triagens de passageiros incluindo, em alguns casos, leituras de temperatura sem toque, quando apropriado, para hóspedes e tripulantes que viajaram recentemente através das áreas afetadas, de acordo com as orientações vigentes das autoridades de saúde globais. Os protocolos de triagem concentram-se em medidas conservadoras, à medida que a situação evolui, para rastrear de forma adequada e eficaz todos os hóspedes e tripulantes em todos os navios antes do embarque.

Que medidas estão em vigor a bordo dos navios de cruzeiro em caso de doença dos passageiros ou da tripulação?
É importante ressaltar que a indústria de cruzeiros é uma das mais bem equipadas e experientes no gerenciamento e monitoramento das condições de saúde de passageiros e tripulantes. As companhias de cruzeiros tomam precauções para realizar a triagem passiva e ativa dos passageiros e da tripulação quanto a doenças antes do embarque, quando as circunstâncias exigirem. Além disso, os membros da CLIA implementam medidas de prevenção e resposta a surtos e seus navios devem estar equipados com instalações médicas, médicos a bordo e em terra disponíveis 24 horas por dia, 7 dias por semana, para fornecer atendimento médico inicial e impedir a transmissão de doenças.

A Política de Saúde CLIA e os protocolos de triagem pré-embarque se aplicam a passageiros e à tripulação?
Sim. Com base nos protocolos acordados, as companhias de cruzeiro membros da CLIA negarão a entrada a todas as pessoas que viajaram, visitaram ou transitaram nos aeroportos da Coréia do Sul, Irã, China, incluindo Hong Kong e Macau e qualquer município da Itália sujeito a medidas de bloqueio (quarentena) pelo governo italiano, dentro de 14 dias antes do embarque, bem como aos passageiros ou tripulantes que, dentro de 14 dias antes do embarque, tiveram contato próximo ou ajudaram a cuidar de alguém suspeito ou diagnosticado como tendo COVID-19 ou que esteja atualmente sujeito a monitoramento de saúde para possível exposição ao COVID-19.

Como são desenvolvidas as políticas e procedimentos da CLIA no que se refere ao COVID-19?
A CLIA possui uma Política de Saúde Pública de longa data que exige a triagem de todos os passageiros e tripulantes para ajudar a prevenir a propagação de doenças transmissíveis. Em um alinhamento entre as companhias de cruzeiros, especialistas, médicos e reguladores de todo o mundo, a CLIA e suas associadas concordaram em adotar protocolos de triagem aprimorados em relação ao COVID-19 com base em informações publicamente disponíveis e nas orientações das autoridades globais de saúde, incluindo a OMS.

Essas políticas são aplicáveis aos cruzeiros fluviais?
Essas políticas se aplicam a todos os associados da CLIA com navios de oceano. Os operadores fluviais estão sujeitos às leis, regulamentos e ordens das autoridades sanitárias locais nos países específicos em que operam. Essas políticas podem servir como um guia para as linhas de cruzeiros fluviais se não conflitarem com os requisitos das autoridades locais.

Como as companhias de cruzeiros determinarão se um passageiro ou membro da tripulação esteve dentro ou através das áreas afetadas e/ou entrou em contato com alguém que esteve nos últimos 14 dias?
Para ajudar na implementação da triagem de viagem, contato e saúde do COVID-19, a CLIA distribuiu para as suas associadas um Questionário / Declaração de Saúde de Amostra de Viajante que, em conjunto com a vasta experiência das companhias de cruzeiros, pode ser usado na condução das questões de saúde antes do embarque, durante a triagem para convidados e tripulantes. Além disso, as companhias de cruzeiros recebem informações detalhadas de todos os passageiros e tripulantes, incluindo sua residência e nacionalidade. Os passaportes contêm informações sobre o histórico recente de viagens.

Onde posso encontrar informações adicionais sobre o COVID-19?
Visite os seguintes sites para obter mais informações:
• Organização Mundial da Saúde (OMS)
• Conselho de viagem da OMS
• Centros dos Estados Unidos para Controle e Prevenção de Doenças (CDC dos EUA)
• Centro Europeu de Prevenção e Controle de Doenças (ECDC)
• ANVISA

Para mais informações entre em contato com nossos cruise concierges.